top of page
AnnaVic_baixa-45.jpg

Encontros de Autoamor
São Paulo 

Retrato_Feminino_Profissional_Taylla_Lua

Ol​á, eu sou Taylla! (ta-í-la)

Que bom te receber aqui, mulher! Me apaixonei pela fotografia na adolescência, e depois de me formar em jornalismo, descobri que o que eu queria mesmo fazer era fotografar. Ao longo desses 6 anos, já fotografei de tudo um pouco mas me encontrei nos ensaios, especificamente do universo feminino. 

Acredito que a fotografia é uma ferramenta poderosíssima no processo de autoconhecimento e, por isso, fiz a minha missão promover autoestima e autoamor entre mulheres através das minhas imagens. Me sinto completamente realizada cada vez que percebo que toquei positivamente a vida de uma mulher de alguma forma.
 

 

Em outubro estarei em São Paulo em um curta temporada e vou realizar uma edição especial do meu projeto Encontros de Autoamor. Será uma honra te fotografar! 

Gabriella_web-57.jpg

Fotografia como autonhecimento 


Que tal você se dar de presente uma experiência de autocuidado feminino utilizando a fotografia como ferramenta de empoderamento? A proposta do Encontros de Autoamor é desenvolver ensaios voltados para um olhar mais cuidadoso sobre as feminilidades, despertando um sentimento mais sensível, empático e gentil da mulher sobre si e contribuir para um processo de ressignificação da autoimagem.

Você pode escolher fazer ensaios de tipo nu, boudoir ou convencional. Cada ensaio obedecerá a uma personalidade própria e original numa simbiose entre fotógrafa e fotografada. Peço sua permissão para juntas desbravarmos essa jornada de descobrimento e autocuidado.

Vamos juntas? 

Qual vai ser o local das fotos?

Para deixar nossa experiência ainda mais incrível, os ensaios serão realizados em um apartamento decorado no Centro de São Paulo, uma locação acolhedora e segura para que você desfrute uma vivência de liberdade e protagonismo com sua própria essência. O apartamento tem uma varanda ampla e muitos cantinhos lindos para serem usados como cenário para nossas fotos. Já consegue se imaginar aqui?